Baú do Bohemio: olhar

a mais social da semana

As pessoas precisam de palavras como se o mundo só existisse porque há as palavras a dar-lhe sentido. As pessoas adoram palavras, principalmente as suas. As pessoas falam muito e ouvem pouco. As pessoas não sabem que o silêncio também sabe falar.

A dança da sedução

Sobre o aparente bailado da sedução – eu danço. Primeiro com os olhos fixos, a seguir, com os pés soltos, depois com as mãos coladas e, por fim, com o corpo todo. Só assim vale a pena dançar. Não me leves a mal, embora seja

Brevidade eterna

Os olhos são oceanos fundos para a verdade. Foi mais ou menos isto que ela lhe disse no dia em que se amaram para sempre. No dia em que o tempo se vestiu de mar num segundo eterno. – Basta um segundo para se amar para sempre.

Ilusória perfeição

A perfeição é inteira na soma de cada pedaço imperfeito. Só porque vês a rosa aprumada, arrumada numa jarra de cristal, a água translúcida, as gotas cuidadosamente repousadas sobre as pétalas, o vermelho rubro suspenso sobre um verde liso, imaculada numa beleza doutrinada, dizes que

Palavras escritas nos olhos

O que me apetece dizer-te de cada vez que te vejo? Como dizer-te tudo o que vive porque vives? Como falar de tudo o que nasce de cada vez que nasces em mim? Tenho tantas palavras guardadas numa caixa desarrumada num sótão poeirento. Dentro de

Gostas desta taberna? Então espalha as palavras ;)