Baú do Bohemio: outros

Quem me olha no espelho

Andamos por aí aos tropeções, na pressa de chegar a um lugar qualquer que não seja aquele onde estamos. Andamos por aí escondidos de nós, a vestir o que não somos, porque a única coisa que nos serve é a roupa que o outro vestiu.

Amar não vem nos livros

Não me ensines como amar, amarei como sei, à minha maneira. Pode não ser grande coisa, pode ser uma merda. Será. Mas deixará de ser amor, só porque não se enquadra nessas normas e regras cuspidas pelos outros? Quero lá saber do que os outros

No momento em que te espero

Espero-te, na sombra da tarde. Espero-te, consciente do que espero. Espero-te, sabendo bem o que espero. Sei que foste antes de mim, assim como fui antes de ti. E mesmo assim, espero por ti, não sabendo sequer se é de ti que espero. Mas espero.

Gostas desta taberna? Então espalha as palavras ;)