Baú do Bohemio: esperança

No momento em que te espero

Espero-te, na sombra da tarde. Espero-te, consciente do que espero. Espero-te, sabendo bem o que espero. Sei que foste antes de mim, assim como fui antes de ti. E mesmo assim, espero por ti, não sabendo sequer se é de ti que espero. Mas espero.

Até amanhã, esperança

A vida é uma seca sem ti. Uma devastação de gestos simbióticos atirados ao chão. Uma pastagem de poeira numa desolação de coisas que se estragam na espera. Tudo tem validade para o consumo, exceto a vontade da tua pele. Mas ela não está. Ela

No rescaldo da despedida

Agora que tu foste, diz-me o que faço connosco? Porque tens esta capacidade irritante de seres tudo o que me faz respirar e seres tudo o que me corta a respiração? E o pior disto tudo é que esqueci-me de avisar o mundo que despedida

A letter to hope

Hello, my December lullaby. I hope this letter finds you well. I hope you’re still wearing that smile. It’s the most beautiful thing I ever saw on someone. I hope you still make the sun shy every time you open your eyes. I know how

Gostas desta taberna? Então espalha as palavras ;)